quinta-feira, novembro 22, 2007

A UniPiaget chora a sua querida aluna Elsa Azevedo

É com muito pesar que a comunidade académica e estudantil da nossa Universidade recebeu a notícia do falecimento (a 20 de Novembro 2007) da aluna Elsa Azevedo.

Elsa foi para nós uma pessoa que trouxe à Universidade o exemplo de coragem, de determinação e do querer vencer as adversidades de sua condição de doente e de invisual.

Ela deu à UniPiaget a oportunidade de:
  • lidar com casos de portadores de deficiência, nomeadamente invisuais, aprendendo assim a modificar e a adaptar os meios e métodos do ensino aprendizagem.
  • exercer com mais profundidade e acutilância a sua acção formadora em jus e em prol do desenvolvimento humano integral e ecológico
  • poder inventar e criar novas maneiras de optimizar a relação ensino-aprendizagem em ambiente especial
  • abrir as portas a outros portadores de deficiência visual (já são mais do que cinco)
  • criar nos colegas e docentes da aluna a emoção e a situação de acreditar na força de uma vontade férrea em vencer
  • nos sentirmos orgulhosos em fazer parte da gloriosa caminhada deste ser exemplar que já se encontrava no fim de sua licenciatura
Po isso tudo, devemos muito a Elsa Azevedo que ficará na história da UniPiaget e sobretudo nos nossos corações.

Em meu nome e no da Universidade que dirijo, queria apresentar à família enlutada os mais profundos sentimentos de pesar por esta tão dolorosa perda.

Aos docentes do curso de Sociologia, que acompanharam a nossa querida aluna e que tanto deram de si próprios, deixo uma palavra de reconforto, pois o esforço consentido não foi em vão e se Elsa não pôde concretizar seu sonho, o seu exemplo é uma pedra basilar no edifício histórico e patrimonial da UniPiaget. Faço então minhas as sábias e reconfortantes palavras de um dedicado docente do curso de Sociologia e igualmente Pró-reitor desta Universidade, o Mestre Jacinto Estrela:

Caros colegas e amigos.

Foi ontem a enterrar a nossa aluna Elsa Azevedo. Sabendo nós, como sabíamos, do seu precário estado de saúde, nada fazia prever, contudo, que tal acontecesse neste momento. A notícia do seu falecimento a todos surpreendeu. Os que mais directamente lidámos com a Elsa, ainda antes de ela se tornar aluna desta Universidade, entre dirigentes, quadros e trabalhadores, docentes e alunos, temos presente o esforço que ela colocou para, superando as vicissitudes e a penosa condição de saúde que a afectou, sobretudo, de há ano e meio a esta parte, não podemos menos que reconhecer que ela era uma batalhadora, que corria atrás de um sonho de afirmação e de superação de todas as provações e todos os sacrifícios. De etapa em etapa, ela foi realizando esse sonho, num sacrifício ingente para o qual devemos orgulhar-nos de ter dado o contributo possível. O último esforço, infelizmente, a Elsa não conseguiu concretizar, e o contributo que nos preparávamos para lhe dar ficou-se pela reflexão entre docentes e a Reitoria. Em visita à mãe da Elsa e em conversa prolongada com a sofrida senhora, esta fez questão de me transmitir que, ultimamente, o pensamento da nossa aluna estava muito na UniPiaget, seus trabalhadores, colegas e professores. Falando destes últimos, ela referia-se aos mesmos como se de pais se tratassem, por tanto a terem apoiado e ajudado à sua formação. A Elsa referia-se a nós com muito apreço e reconhecimento. Prometi à mãe transmitir-vos esta informação e é o que faço com esta mensagem, pedindo-vos que continuem a esforçar-se por, com responsabilidade, brio profissional e com muita humanidade, prosseguirem nesta missão mais que nobre de ensinar, formar carácter, preparar pessoas para um melhor contributo para com a sociedade que tanto delas espera. Quanto à Elsa, em boa memória, seja ela uma referência do que podemos fazer por alunos que, diferentes dos outros, apenas nos pedem mais tempo, mais dedicação, uma maior atenção para que possam concretizar os seus sonhos.
Cordialmente,

Jacinto Estrela


Vejamos agora imagens dos primeiros passos do sonho de Elsa, na Universidade Jean Piaget relatados em 27 de Novembro de 2003.



E três meses mais tarde, a 27 de Fevereiro de 2004, Elsa recebia uma bolsa de estudos duma fundação sueca, criada por uma Professora universitária cabo-verdiana:



terça-feira, novembro 20, 2007

Uma segunda edição do MBA mais Fortalecida !

E eis que a 20 de Novembro de 2007 a UniPiaget abre de novo o MBA/Mestrado em Administração de Empresas.

O programa de Pós-graduação MBA/Mestrado em Administração de empresas é um programa realizado em parceria entre a Universidade Jean Piaget de Cabo Verde e a mba Business School das Canárias.

A primeira edição foi um sucesso e a abertura desta 2ª edição trouxe imediatamente um grande fluxo de interessados. Podem ver o "flyer" da 1ª edição (2005/2006) aqui e a Newsletter da citada escola que a isso faz referência, aqui.

Várias disciplinas e seminários deste programa são ministrados por docentes nossos. Esta edição irá ter um contributo maior de Professores Doutores cabo-verdianos da nossa universidade.


A coordenação desta 2ª edição está a cargo do Professor Georges Fortes, que faz parte do reforço havido no nosso quadro de docentes doutorados. O Professor Fortes tem dois mestrados em Direito e é Doutor em Ciências Políticas pela Universidade de Paris XI onde leccionou durante mais de oito anos.

sexta-feira, novembro 16, 2007

A nossa Escola está a fazer escola

Por dois anos consecutivos o Prémio Sena Barcelos promovido pela Associação dos Escritores Cabo-verdianos, foi ganho por docentes da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde que são igualmente estudantes do Doutoramento em Educação e Desenvolvimento Humano promovido pela UniPiaget em parceria e em dupla certificação com a prestigiada Universidade de Santiago de Compostela.

No ano de 2006, este prémio foi atribuído a Maria Adriana Carvalho, docente de grande valia para a nossa instituição, investigadora nata que goza de bastante prestígio no nosso seio e cujo currículo faz jus ao nosso propósito de ter a fina-flor dos docentes de Ensino Superior em Cabo Verde. Ver a menção que fizéramos ao facto em: "o brilho continua - Pró-reitora nossa ganha prémio Sena Barcelos"

A obra então premiada (A Memória Educativa Recuperada no Cabo Verde Boletim”), deu agora à estampa e foi apresentada ao público da cidade da Praia na noite de 15 de Novembro, pelo Centro Cultural Português. Ver notícia do jornal electrónico Liberal Online.

Na mesma cerimónia, foi anunciado o prémio Sena Barcelos deste ano 2007. Elvira Gomes dos Reis Freitas foi a contemplada pelo trabalho transdisciplinar intitulado “O Bilinguismo Como Factor de Desenvolvimento Humano: Aproximação às Metáforas Enquanto Expressão do Imaginário Crioulo”.

O jornal A Semana online, traz um artigo sobre a matéria, mas omite o facto de que o doutoramento em que Elvira está inscrito é iniciativa da UniPiaget em parceria e ao abrigo de um protocolo com a Universidade de Santiago de Compostela. Esse Doutoramento desenrola-se no campus da Praia da UniPiaget e conta com a participação activa de prestigiados Professores Doutores da nossa Universidade como por exemplo, o Professor Wlodzimierz Jozef Szymaniak que orientou a memória de mestrado de Elvira convertida na obra agora premiada.

Nesse Doutoramento, leccionámos um seminário de 10h em Transdisciplinaridade e pudemos constatar o particular interesse de Elvira por esta abordagem, sobretudo pelo uso das metáforas bem patentes na Transnsdisciplinaridade. Pelos vistos o interesse dela resultou no prémio agora atribuído.

quarta-feira, novembro 14, 2007

A problemática do emprego discutida em fórum na UniPiaget

A Universidade Jean Piaget de Cabo Verde e o Gabinete da Ministra-Adjunta do Primeiro-Ministro e da Qualificação e Emprego, levaram a cabo das 9:00 às 17:00 horas do dia 14 de Novembro no Auditório desta Universidade, o fórum “Economia e Mercado de Emprego”.

Três painéis foram constituídos para a apresentação e o desenvolvimento de comunicações em torno de grandes temas:
  • 1.º Painel - O Terceiro Sector da economia e o emprego;
  • 2.º Painel - A cultura de trabalho e o empreendedorismo;
  • 3.º Painel - A economia, as finanças e o emprego.
Para cada um dos painéis foram convidados especialistas e personalidades ligados às temáticas acima referidas, que trouxeram um fórum de grande qualidade sobre um tema de permanente actualidade.

O acto de abertura foi presidido pela Ministra-Adjunta do Primeiro-Ministro e da Qualificação e Emprego, Drª Sara Lopes, que à semelhança do que fizera aquando das jornadas sobre o empreendedorismo, captou a atenção da juventude presente.

O jornal electrónico VozDiPovo-Online, evidenciou algumas importantes considerações do Reitor:

"O Reitor da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde, Jorge Brito, considerou, hoje, que os recém formados dessa instituição de ensino superior estão a ter uma boa «aceitação no mercado de trabalho. De acordo com Jorge Brito, que falava à imprensa à margem do fórum sobre a «Economia e Mercado de Emprego», a prova disso é que as empresas têm solicitado muitos alunos da universidade para os estágios do final do curso.

Aquele académico considerou, no entanto, que a universidade tem trabalhado para que os jovens entrem no mercado bem preparados, «de modo a terem a qualidade e a eficácia, para que o trabalho que realizam seja notado e notório».

Em relação à realização do fórum, uma iniciativa conjunta com o Gabinete da Ministra-Adjunta do Primeiro-Ministro e da Qualificação e Emprego, Jorge Brito disse que este tipo de actividade está enquadrada dentro dos estatutos da Universidade Jean Piaget e executada pelo Centro de Desenvolvimento Empresarial no âmbito da politica de preparar os jovens para o empreendedorismo."

Como se pode constatar no vídeo inserido neste artigo, o assunto da Economia e do Emprego, é um dos grandes desafios do País e do Governo e este fórum veio ao encontro da política sensibilizadora perseguida pela UniPiaget e pelo Governo.
video
O Fórum esteve apinhado de gente e contou com brilhantes intervenções dos oradores convidados. O manancial de pertinentes informações havidas, fez com que todos saíssem com um sorriso de satisfação estampado nas suas jovens faces. O encerramento foi presidido pelo Reitor da UniPiaget.


segunda-feira, novembro 12, 2007

A UniPiaget marcou presença no certamem sobre a cooperação académica África-Europa

Como tivémos o ensejo de anunciar, eis que se desenrolaram em Lisboa dois importantes eventos para o Ensino Superior cabo-verdiano:
  • Workshop Internacional sobre a Cooperação Académica entre África e Europa para a Sociedade do Conhecimento
  • Cooperação Académica entre África e Europa - O Caso de Cabo Verde
O Workshop teve lugar no Instituto Goethe de Portugal e reuniu bastantes especialistas no domínio da cooperação académica entre a Europa e a África. Instituições como o IPAD, a AULP, a CPLP, o CODESRIA, o Comissariado da UE para a Educação, etc., bem como nomes sonantes da esfera do Ensino Superior, emprestaram o brilho que teve o evento. Embora o workshop dissesse respeito à cooperação com África, nomeadamente lusófona, a maior parte dos exemplos e das referências foi sobre o Ensino Superior cabo-verdiano.

Porém, este Ensino Superior cabo-verdiano, com acento tónico sobre a Universidade de Cabo Verde, foi objecto específico da 2ª conferência que teve lugar no dia seguinte no Hotel Zurique, amplamente divulgada entre a comunidade emigrante e cabo-verdiana. Esta conferência foi pública e a ela afluíu um grande número de interessados. Podemos pelo clip de vídeo seguinte, ter uma ideia da sala a dez minutos da abertura:

video

Os diferentes oradores deste encontro focalizaram suas intervenções na questão da universidade pública de Cabo Verde. Várias interrogações se levantaram e a audiência não poupou em críticas e em comentários.

A UniPiaget esteve bastante activa, pois presidiu a um painel (Prof. Paulino Fortes), interpelou os palestrantes sobre a questão dos estímulos ao pessoal docente-investigador com grau de Doutor (Prof. Brito Semedo), prestou esclarecimentos elucidando alguns erros de percepção (Prof. Jorge Sousa Brito) e acabou por preencher o vazio deixado pela Universidade de Cabo Verde (esta, nas palavras dos organizadores, declinou o convite a ela dirigido) tendo sido na sequência, entrevistados pela televisão presente (tivemos a oportunidade de fazer uma apreciação positiva à iniciativa).

Teve-se com este encontro a oportunidade de reencontrar velhos "companheiros de luta" destas lides da afirmação do ensino superior em cabo verde, como por exemplo a Dr.ª Maria Luísa Ferro Ribeiro (à esquerda na foto com Jorge Brito e Inês (Nesy) Brito do lado direito da foto), que fez um brilhante historial sobre a matéria e se interrogou (sem poder obter resposta) sobre as características da UNICV.


terça-feira, novembro 06, 2007

Professores Doutores da UniPiaget são convidados a reflectir o Ensino Superior cabo-verdiano em forum internacional

Terá lugar em Portugal um pertinente certamem sobre a cooperação académica África-Europa em matéria de Ensino Superior. Os organizadores enviaram a vários intelectuais que acharam poder contribuir para a reflexão sobre o tema, a seguinte carta de convite:
"A Fundação Friedrich Ebert e o Secretariado Executivo da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) vão realizar, em colaboração com outras instituições, um Workshop Internacional sobre a Cooperação Académica entre África e Europa para a Sociedade do Conhecimento. O Workshop terá lugar no dia 9 de Novembro de 2007, no Auditório do Goethe Institut , situado no Campo dos Mártires da Pátria, 37, em Lisboa. Participarão 40 a 50 especialistas de África, Europa e América. O debate começa com um painel sobre a Cooperação Académica entre África e Europa e continua com duas sessões temáticas sobre “Modelos de organização e financiamento sustentáveis” e “Redes de conhecimento e criação de centros de excelência”. Espera-se que os dois últimos painéis discutam em particular o caso da Universidade de Cabo Verde. Por outro lado, tomando em consideração o grande interesse da Diáspora africana em Portugal nos assuntos relacionados com os países de origem, no dia 10 de Novembro haverá uma Conferência aberta ao público sobre Cooperação Académica entre África e Europa: O caso de Cabo-Verde. Vimos, por este meio, convidar V.Ex.ª para participar no Workshop, cujo programa anexamos. Temos a ambição de apresentar no final dos debates algumas conclusões e recomendações que reflictam o estado da arte nas áreas propostas e possam ser úteis aos países interessados..."
Como se pode constatar, os convidados foram-no pelos seus méritos e valia próprios e não pela pertença a esta ou aquela instituição.

Acontece que três dos convidados são Professores Doutores da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde (representam menos de 30% do total de Doutores residentes, do nosso quadro), tendo dois deles obtido este estatuto no presente ano lectivo (tivemos um aumento razoável do número de Doutores). Isto nos enche de satisfação, pois demonstra que a escolha baseada no mérito destes indivíduos traz a claro que a UniPiaget possui no seu elenco docente, membros altamente prestigiados.

De facto, é política da nossa Universidade atrair para o seu seio, Doutores cujo currículo é notoriamente relevante, pois entendemos ser assim que construiremos o Cabo Verde moderno e competitivo que o nosso Governo se esforça por incentivar. Note-se que pelo facto destes Doutores terem saído do ISE (ver artigo polémico publicado recentemente) não significa que Cabo Verde perdeu o benefício da sabedoria destes docentes. Eles continuam a bem servir o cidadão e a Sociedade cabo-verdianos. Aliás, a UniPiaget continuará a insistir para que haja um acordo de cooperação e amizade entre a UNICV e a UniPiaget, acordo este que potenciará Cabo Verde e seu Ensino Superior para novos patamares de eficácia, em vista dos destinos por todos nós almejados.

segunda-feira, novembro 05, 2007

E o seminário TIC Ceará-Cabo Verde aconteceu na UniPiaget



Com a casa cheia (empresários, alunos e docentes) tivemos bastantes momentos de satisfação com os oradores que nos fizeram conhecer a experiência do Ceará nestas matérias e a de Cabo Verde na Governação electrónica.

Momentos como estes são importantes para os nossos estudantes, pois assim eles criam uma visão alargada das situações reais que enformam o mundo de hoje. Deste modo estamos a contribuir para que haja uma melhor capacitação dos nossos formandos com vista a um desempenho eficaz no contexto profissional.

A TCV esteve interessada na notícia da visita da delegação cearence a Cabo Verde e aproveitou o momento deste importante seminário para fazer uma pequena reportagem sobre os objectivos da citada missão. Eis pois o clip vídeo apresentado no jornal das 20h:

video

sexta-feira, novembro 02, 2007

UniPiaget e Embaixada do Brasil promovem seminário

Como já tínhamos prometido, aqui estamos nós com mais pormenores sobre o seminário a respeito das TIC e oportunidades de negócio com o Brasil. Este seminário intitula-se "educação e negócios em tecnologias da informação e comunicação" e surge como uma iniciativa conjunta da Embaixada do Brasil e da UniPiaget.

Será o pontapé de saída de uma estadia de empresários brasileiros do Estado do Ceará no nosso país. Conduzida pelo Presidente do Centro Empresarial do Ceará, Dr. Francisco Baltazar Neto, conta com o apoio do Assessor Especial do Ministro da Ciência e Tecnologia do Brasil, o Professor Hélio Guedes de Campos Barros.

Ilustres palestrantes do Brasil e de Cabo Verde farão uma resenha do estado da arte das questões relacionadas com o tema nos respectivos países.

Após o seminário, haverá uma sessão restrita (mesa redonda) de trabalho entre os empresários brasileiros e um grupo de empresários cabo-verdianos e de representantes de instituições ligadas a esta esfera de negócios.