sexta-feira, dezembro 21, 2007

O tradicional almoço de Natal da UniPiaget contou este ano com a presença do Administrador Geral

Inédito!

Pela primeira vez estiveram presentes, Administrador Geral e Reitor, no tradicional almoço de Natal dos funcionários e docentes (a tempo integral) da UniPiaget.

É caso para estes (Luís Filipe Tavares e Jorge Sousa Brito) posarem com manifesto ar triunfalista, pois a carga simbólica e o significado deste facto, merecem tal postura.

Foi igualmente retomada (pelo actual Administrador Geral), a oferta institucional de prendas aos filhos dos funcionários (pessoal administrativo) da Universidade, inexplicavelmente interrompida no Natal anterior. É pois com continuada alegria, que os dois responsáveis citados procederam à entrega destas prendas aos estimados funcionários da UniPiaget.

O nosso Reitor esteve no "Grande Salto"

Pela primeira vez após a existência de dois Reitores universitários cabo-verdianos neste país, estes vieram a público, sentados à mesma mesa, para opinar sobre o papel do Ensino Superior cabo-verdiano em vésperas e em vista do "Grande Salto", (programa da RTC emitido em directo pela TCV e RCV no Domingo 16 de Dezembro de 2007).

video

Este é o primeiro clip de vídeo do programa televisivo onde tal aconteceu.

A UniPiaget participa no II Encontro de Jovens Investigadores Cabo-verdianos

A nossa Universidade foi, como se devem ter lembrado, uma das primeiras a saudar e a apoiar a iniciativa destes jovens aquando do seu 1º encontro em Lisboa em Dezembro de 2006.

Agora, é com muita satisfação que nos vemos envolvidos na organização e desenrolar desta 2ª edição que tem lugar na Praia em parceria com a UniCV:
  • um dos nossos na comissão organizativa;
  • apoio na divulgação interna do evento;
  • participação com comunicações;
  • condução dos trabalhos de uma das mesas.
Foi com muito gosto que o Reitor da UniPiaget moderou o painel sobre "Ciência, Tecnologia e Inovação", pois os temas apresentados foram todos de áreas afins à sua formação e actuação académica: Saúde, Química e Ecologia, como se pode conferir no extracto noticioso seguinte ( Liberal Online ):
Da parte da manhã houve um painel sobre “Ciência, Tecnologia e Inovação”, moderado pelo reitor da Univ. Piaget, Jorge Sousa Brito, com intervenções de:
  • Maria do Rosário Varela (sobre Prevalência das Lesões Músculo-Esqueléticas da Região Dorso Lombar nos Enfermeiros. Mitos e Realidades),
  • Cecílio Pires (sobre Anemia num Grupo de Mulheres da Consulta de Planeamento Familiar da Praia, Cabo Verde. Estudo de Prevalência),
  • Fátima Carvalho (Modulação pelo Pepdídeo Vasoactivo Intestinal da Depressão de Longa Duração no Hipocampo de Rato: Contribuição da Actividade de Exploração e Aquisição de Novidade),
  • Rui M. Freitas (Occurence of Panulirus Argus (Latreille,1804) (Decapoda, Palinuridae) in the Northwest Islands of the Cape Verde Archipelago (Central-East Atlantic).
  • Jorge Brito Neves (Optimização e Implementação de Metodologias para Análise de Hidrocarbonetos Aromáticos Policíclicos em Águas e Sedimentos).
Vários serão os trabalhos apresentados por membros da UniPiaget neste evento como se pode constatar no programa completo deste II EJIC que poderá ser baixado em Programa do II EJIC

Este evento reveste-se de capital importância para a ciência cabo-verdiana, o que foi brilhantemente evidenciado pelo Reitor da UniCV no seu discurso de abertura. Este discurso é digno de leitura atenta e corresponde inteiramente à posição da Universidade Jean Piaget que continuará a alinhar na filosofia envolvida e se disponibiliza a constituir parceira da UniCV neste assunto.

sábado, dezembro 15, 2007

Que a alegria desta quadra festiva vos invada ao longo de 2008

No ano passado desejávamos a todos, um 2007 gravado a ouro nas nossas memórias.

Estamos convencidos que tal se realizou, sobretudo para aqueles que estiveram na nossa Universidade, ou que com ela tiveram alguma espécie de contacto ou relação.

Tal se realizou porque a UniPiaget teve um 2007 de sucessos e o seu prestígio cresceu, visto sua acção humanista e educadora ter passado por momentos áureos, encorajadores e motivantes.

Tudo isto devido:
  • Ao trabalho aturado e entusiástico dos nossos docentes e colaboradores;
  • ao esmero e cuidado do nosso pessoal administrativo e auxiliar;
  • ao interesse e aplicação dos nossos estudantes;
  • à simpatia e disponibilidade dos nossos parceiros, universidades amigas e visitantes;
  • à confiança e estima das autoridades nacionais (Governo, Parlamento, Presidência da República e Supremo Tribunal de Justiça);
  • ao apoio e assessoria do Instituto Piaget
  • às sólidas e firmes qualidades do Presidente do citado Instituto Piaget;
  • à eficiência e perspicácia dos nossos órgãos de governo
Faremos um balanço dos sucessos atingidos em momento oportuno. Agora cabe-nos apenas desejar a todos os acima mencionados:

Uma quadra festiva plena de emoção e alegria em companhia dos entes queridos mais próximos. Um 2008 de consolidação de todos os também mencionados atributos em prol da nossa universidade e em favor do sentimento de pertença e realização que isso proporciona. Num plano pessoal, desejamos que 2008 vos traga a todos serenidade e tranquilidade, bem como as mais almejadas alegrias e realizações de sonhos e planos.

quinta-feira, dezembro 13, 2007

Abertura oficial dos cursos de Direito e de Administração Pública e Autárquica

Vale a pena viver momentos como este!

O Venerando Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Dr. Benfeito Mosso Ramos, deu-nos a honra de fazer a abertura dos cursos de Direito e de Administração Pública e Autárquica. A comunicação apresentada pela mais alta individualidade judicial da Nação foi tão profunda e significativa, que merece ser transformada em documento de reflexão e estudo para nossos estudantes e docentes da área do Direito.

A Inforpress noticia a intervenção de Mosso Ramos nestes termos:

"Ao proceder à abertura desses cursos, o presidente do STJ defendeu que “devemos olhar com satisfação e muito entusiasmo o surgimento das escolas de Direito” no país, sobretudo, quando são associadas às instituições académicas pelo rigor do seu ensino, como é o caso do “Jean Piaget”.

Mosso Ramos disse, igualmente, que eles surgem no momento em que se assiste na sociedade cabo-verdiana a um anseio colectivo de ascender ao ensino superior, enquanto busca legítima de melhores oportunidades para a realização pessoal."

O Reitor e o Administrador Geral, ladearam o Venerando Juiz na mesa do evento. Infelizmente o Secretário de Estado da Administração Pública, por razões de sua agenda, não pôde honrar o convite que lhe formulamos.

Eis agora um extracto da comunicação de boas-vindas que, na qualidade de Reitor, proferimos:


"Devo dizer-vos que este solene momento foi ansiosa mas tranquilamente esperado nos últimos três anos.

Abrir um curso de Direito e um de Administração Pública e Autárquica, é tudo que uma instituição com pendor cívico e defensora dos direitos do cidadão mais acarinha.

O Instituto Piaget e a Universidade Jean Piaget de Cabo Verde, pautam-se, como amiúdas vezes tivemos a ocasião de salientar, pela sua acção social em prol do desenvolvimento humano integral e ecológico. Um gosto amargo de um sentimento de carência, de vazio, de deficiência por não termos um instrumento fundamental que nos ajudasse a melhor cumprir esta nobre função e vocação, nos apelava constantemente a lutar por poder disponibilizar aos cidadãos um Curso de Direito.

Nas primeiras horas da universidade, planeávamos a construção de um Mestrado em Ciências Jurídicas. Um estudo e o parecer de iminentes juristas indicou que o momento não era pertinente, pois a carreira académica que propiciava tal formação, parecia ainda pouco apelativa. Porém, o exercício da nossa actividade no ensino superior, demonstrou que a dinâmica nesse sector era possível, necessária e substancial, que rapidamente as alegações iniciais se tornaram obsoletas.

Foi assim que em 2003, decidimos levar avante o nosso projecto de disponibilizar à Nação, cursos nestas áreas e criámos duas comissões de trabalho para conceber os cursos que agora inauguramos.

Tive o privilégio de ter sido apontado para coordenador da equipa que iria por de pé o curso de Direito. O meu colega Luís Filipe ficou à frente da equipa que fez nascer o curso de Administração Pública e Autárquica. Na equipa que coordenava estavam iminentes peritos na matéria, como os doutores Carlos Veiga, Mário Silva e José Luís Andrade, a quem saúdo calorosamente e expresso aqui e agora, publicamente o quão fica a Universidade e o País reconhecidos pelo esforço abnegado e a dedicação consentidos para trazer aos cidadãos um curso de Direito moderno, inovador e valioso como é o nosso."


segunda-feira, dezembro 10, 2007

Semana no Mindelo com marcada presença da UniPiaget nos eventos académicos havidos

1ª Marca - O novo Adjunto da Reitoria, o Professor Doutor Paulino Lima Fortes

Enquadrado nas comemorações do seu 2º aniversário estava a apresentação do Professor Paulino Fortes como Adjunto da Reitoria da UniPiaget para o Pólo Universitário do Mindelo.

Começamos no dia 4 de Dezembro por uma visita de cortesia à Presidente da Câmara Municipal de São Vicente, onde Paulino Fortes foi apresentado pelo Reitor à Dr.ª Isaura Gomes que nos recebeu com a sua simpatia e amizade de sempre, tendo-se manifestado visivelmente satisfeita pelo facto e desejado as melhores venturas ao novo Adjunto da Reitoria.

No dia 5 de Dezembro, Paulino Fortes teve a sua devida apresentação pública, no acto central comemorativo do 2º aniversário do Pólo, acto este que contou para além de estudantes e docentes com várias individualidades mindelenses entre as quais a Presidente da Edilidade, Dr.ª Isaura Gomes.

O Professor Paulino Fortes é um docente/investigador bastante conhecido nos meios académicos cabo-verdianos e eborenses pelas suas qualidades de exímio professor de matemática e dinamizador do espírito académico no seio do Ensino Superior cabo-verdiano. Há mais de 20 anos nas lides da investigação e do Ensino Superior, Paulino Fortes tem desempenhado cargos de relevo no mundo académico, como por exemplo o de Presidente do Instituto Superior de Educação onde durante muitos anos foi docente e elemento de referência. Paulino Fortes doutourou-se em Matemática pela Universidade de Évora onde igualmente exerceu a docência. É com muito orgulho que Cabo Verde poderá continuar a contar com a sabedoria deste Homem, agora quadro da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde, onde encontrará certamente o ambiente académico de qualidade que tanto aprecia e para o qual em Cabo Verde tem lutado.

Marca - A presença do Administrador Geral e do Reitor nas conferências de Mário Soares e Adriano Moreira

O Instituto de Estudos Superiores Isidoro da Graça (IESIG) teve uma fantástica iniciativa em promover duas conferências de alto nível e pertinência indiscutível, com os notáveis e ilustres personalidades que são os Professores Mário Soares e Adriano Moreira. As conferências tiveram lugar em dias diferentes, sendo a de Mário Soares no dia 4 de Dezembro, com a ilustre presença de Pedro Pires, cuja intervenção final galvanizou as atenções e mereceu quase que uma ovação. A de Adriano Moreira foi no dia seguinte e ... não deixou dúvidas para quem as tinha, que o personagem é um orador de grande gabarito.

O Reitor e o Administrador Geral marcaram presença nestes eventos e foram muito bem recebidos pelos dirigentes do IESIG que, com manifesta alegria, lhes atribuíu lugares de destaque entre seus convidados de honra.

Tivemos igualmente o ensejo de privar com estes conhecidos estadistas que momentos antes, sentados no lobby do hotel onde nos encontrávamos, nos manifestaram o seu agrado e apreço pela acção meritória que o Instituto Piaget tem desenvolvido, e pelas qualidades do seu Presidente, o Dr. Oliveira Cruz.

Marca - O novo Administrador Geral, o Mestre Luís Filipe Tavares, foi apresentado publicamente.

O acto central das comemorações abriu com a apresentação simultânea do novo Administrador Geral e do Adjunto da Reitoria. Esta apresentação foi feita pelo Reitor que traçou em linhas gerais o perfil dos colegas e enalteceu suas melhores qualidades.

O discurso do Mestre Luís Filipe Tavares foi galvanizante e mereceu a atenção dos jornalistas presentes, tendo o jornal Artiletra solicitado uma entrevista ao Sr. Administrador que aceitou de bom grado e agendou a mesma para o dia seguinte. Vale a pena ler, pois as linhas de força nelas contidas estão em perfeita sintonia com a nossa forma de conduzir a Universidade, rumo à optimização das valias cabo-verdianas na matéria.

Marca - Uma palestra sobre "a filosofia da Universidade Jean Piaget e a transição para o processo de Bolonha" foi proferida pelo Professor Doutor Jorge Sousa Brito.

O Professor Brito começou por mostrar como Jean Piaget iniciou sua carreira científica aos onze anos e como a sua paixão pela malacologia o levou a formular uma revolucionária teoria do processo de aprendizagem infantil que lhe valeu a notoriedade na matéria. Traçou o percurso académico do cientista e demonstrou como isto o levou para as lides da Transdisciplinaridade, termo criado por ele e que enforma hoje o modus faciendi da acção formadora da UniPiaget.

Marca - O terceiro concurso de ideias do Centro de Desenvolvimento Empresarial foi apresentado pelo Administrador Geral. Os alunos prestaram muita atenção e mostraram-se bastante interessados

Marca - Lançamento do livro premiado de Maria Adriana Carvalho A Memória Educativa Recuperada no Cabo Verde Boletim” no Centro Cultural Português do Mindelo.

O evento, promovido pelo Centro, foi enquadrado nas nossas cerimónias comemorativas por ser a premiada uma estudante de um Doutoramento na UniPiaget e por ela também ser docente desta nossa universidade. A apresentação esteve a cargo do Doutor Leão Lopes.

O Reitor foi convidado a fazer parte da mesa do evento, uma vez que se tratava de um trabalho académico fruto da dinâmica da nossa Universidade.De realçar que o prémio deste ano, foi igualmente atribuído a outra docente da UniPiaget que frequenta o mesmo Doutoramento.

quarta-feira, dezembro 05, 2007

Merecida comemoração do 2º aniversário do nosso Pólo Universitário do Mindelo

O nosso Pólo do Mindelo completa a 5 de Dezembro, dois anos de existência!

A direcção da nossa Universidade considera que o evento é digno de uma justa homenagem, pois tamanho tem sido o progresso conseguido e consentido por este pólo no último ano. Com efeito, à entrada do seu terceiro ano lectivo, tivemos uma melhoria significativa das condições logísticas e académicas, do número de novos estudantes, da afluência notória de jovens para o novel curso de Arquitectura (mais de 30), do número de docentes a tempo integral (dos quais um Professor Doutor) e da nomeação de um novo Adjunto da Reitoria (após uma vacatura do cargo de mais de oito meses).

Deste modo, a Reitoria organizou, em sintonia com a administração do Pólo, um programa de comemorações condigno e fez questão de estarem presentes os dois órgãos individuais que encabeçam a instituição: o Reitor e o Administrador Geral.

terça-feira, dezembro 04, 2007

A internacionalização da UniPiaget chega à Europa Oriental



Foi assinado no dia 3 um protocolo de amizade e de cooperação com a Universidade Hradec Králové da República Checa sita na cidade do mesmo nome

Pela universidade checa assinou o Professor Klima que tem sido um amigo da UniPiaget desde os seus primórdios e que fez questão de iniciar esta sua estadia em Cabo Verde pela assinatura do presente protocolo.Este conhecido investigador da realidade cabo-verdiana e que tem algum trabalho sobre os Sokols de Cabo Verde. Como sabemos este movimento checo dos anos 30 do século passado, teve repercussões em Cabo Verde e convém continuar este tipo de estudos, pelo que a nossa universidade se associa de bom grado à universidade checa para fomentar a investigação nas áreas afins.O intercâmbio estudantil e de docentes vai igualmente abrangido pelo presente protocolo.

video

O Professor Klima estará em Cabo Verde por uma semana e tenciona fazer uma visita à universidade pública onde fará a proposta de assinatura de um protocolo semelhante (ver notícia do A Semana neste link)

sábado, dezembro 01, 2007

Os nossos seminários obrigatórios arrancam de novo em força

Como é sabido, a Universidade Jean Piaget de Cabo Verde rege-se por uma filosofia de formação profundamente humanista, visando o desenvolvimento humano integral e ecológico. É assim que tem desenvolvido seminários obrigatórios para todos os alunos do primeiro ano, com o propósito de oferecer aos estudantes a oportunidade de adquirir uma sensibilidade especial que lhes permita descobrir a complexidade das sociedades humanas e, concomitantemente, perceber a diversidade sempre presente na unidade, eliminando possíveis visões unilaterais e limitadas no seio da comunidade científica e/ou profissional em que se insiram. Tem como principais objectivos:
  • Desbravar o caminho para a aquisição de uma visão crítica e transdisciplinar do conhecimento, no âmbito da evolução científica, artística e cultural do Homem na sociedade contemporânea.
  • Fomentar uma abordagem transdisciplinar na resolução de problemas a cargo de equipas pluridisciplinares de trabalho
  • Fazer despertar e incentivar o espírito crítico de modo a elevar os níveis de discernimento pessoais e colectivos
Assim, disponibiliza-se aos estudantes do 1º ano, dois Seminários:
  1. Antropologia
  2. Pensamento Crítico, Ciência e Sociedade (variante Transdisciplinaridade e variante História, Cultura e Património)
Pretende-se atingir o mesmo propósito de consciencializar o estudante de que os estudos que constituem o objecto de sua formação não podem ser desgarrados do contexto social em que o mesmo estudante se insere. Os processos e as modalidades dessa ligação não poderão igualmente ser desconectados da postura e do discernimento do estudante como sujeito envolvido e envolvente da construção desse próprio conhecimento. O entrosamento do sujeito e do objecto resulta num processo construtivo do que ao longo dos tempos constitui o património de um povo/sociedade, expresso pela sua cultura e sua história.

Enquanto a 1ª temática (Antropologia) faz a abordagem da questão pelo contexto social, a temática Pensamento crítico, Ciência e Sociedade aborda a mesma questão pelo ângulo da visão crítica do sujeito ou pelo ângulo do fruto das relações sujeito/objecto havidas.

Foi decidido então criar estes seminários distintos que apresentam a temática do Pensamento crítico, Ciência e Sociedade sob os dois ângulos acima referidos. O seminário de Transdisciplinaridade (ângulo da visão crítica do sujeito) e o seminário História, Cultura e Património (ângulo do fruto das relações sujeito/objecto havidas ao longo da História).

Dado à importância que atribuímos a estes seminários, colocámos este ano à frente de cada um deles e de suas variantes, Professores Doutores com vasta experiência lectiva no Ensino Superior (mais de 20 anos) e carreira académica reconhecida nacional e internacionalmente:

  • Seminário de Antropologia: Professor Doutor MANUEL BRITO SEMEDO, Professor Auxiliar do quadro da UniPiaget.




  • Seminário de Pensamento Crítico, Ciência e Sociedade - variante Transdisciplinaridade: Professor Doutor JORGE SOUSA BRITO Professor Catedrático do quadro da UniPiaget





  • Seminário de Pensamento Crítico, Ciência e Sociedade - variante História, Cultura e Património: Professor Doutor ANTÓNIO GERMANO LIMA
Docente da Universidade (pública) de Cabo Verde, colabora connosco no quadro da nossa firme política de valorização dos académicos e investigadores cabo-verdianos e da convicção que o trabalho no seio de uma rede interna de universidades e de estabelecimentos de ensino superior, é a postura mais certa e patriótica na presente conjuntura nacional.


quinta-feira, novembro 22, 2007

A UniPiaget chora a sua querida aluna Elsa Azevedo

É com muito pesar que a comunidade académica e estudantil da nossa Universidade recebeu a notícia do falecimento (a 20 de Novembro 2007) da aluna Elsa Azevedo.

Elsa foi para nós uma pessoa que trouxe à Universidade o exemplo de coragem, de determinação e do querer vencer as adversidades de sua condição de doente e de invisual.

Ela deu à UniPiaget a oportunidade de:
  • lidar com casos de portadores de deficiência, nomeadamente invisuais, aprendendo assim a modificar e a adaptar os meios e métodos do ensino aprendizagem.
  • exercer com mais profundidade e acutilância a sua acção formadora em jus e em prol do desenvolvimento humano integral e ecológico
  • poder inventar e criar novas maneiras de optimizar a relação ensino-aprendizagem em ambiente especial
  • abrir as portas a outros portadores de deficiência visual (já são mais do que cinco)
  • criar nos colegas e docentes da aluna a emoção e a situação de acreditar na força de uma vontade férrea em vencer
  • nos sentirmos orgulhosos em fazer parte da gloriosa caminhada deste ser exemplar que já se encontrava no fim de sua licenciatura
Po isso tudo, devemos muito a Elsa Azevedo que ficará na história da UniPiaget e sobretudo nos nossos corações.

Em meu nome e no da Universidade que dirijo, queria apresentar à família enlutada os mais profundos sentimentos de pesar por esta tão dolorosa perda.

Aos docentes do curso de Sociologia, que acompanharam a nossa querida aluna e que tanto deram de si próprios, deixo uma palavra de reconforto, pois o esforço consentido não foi em vão e se Elsa não pôde concretizar seu sonho, o seu exemplo é uma pedra basilar no edifício histórico e patrimonial da UniPiaget. Faço então minhas as sábias e reconfortantes palavras de um dedicado docente do curso de Sociologia e igualmente Pró-reitor desta Universidade, o Mestre Jacinto Estrela:

Caros colegas e amigos.

Foi ontem a enterrar a nossa aluna Elsa Azevedo. Sabendo nós, como sabíamos, do seu precário estado de saúde, nada fazia prever, contudo, que tal acontecesse neste momento. A notícia do seu falecimento a todos surpreendeu. Os que mais directamente lidámos com a Elsa, ainda antes de ela se tornar aluna desta Universidade, entre dirigentes, quadros e trabalhadores, docentes e alunos, temos presente o esforço que ela colocou para, superando as vicissitudes e a penosa condição de saúde que a afectou, sobretudo, de há ano e meio a esta parte, não podemos menos que reconhecer que ela era uma batalhadora, que corria atrás de um sonho de afirmação e de superação de todas as provações e todos os sacrifícios. De etapa em etapa, ela foi realizando esse sonho, num sacrifício ingente para o qual devemos orgulhar-nos de ter dado o contributo possível. O último esforço, infelizmente, a Elsa não conseguiu concretizar, e o contributo que nos preparávamos para lhe dar ficou-se pela reflexão entre docentes e a Reitoria. Em visita à mãe da Elsa e em conversa prolongada com a sofrida senhora, esta fez questão de me transmitir que, ultimamente, o pensamento da nossa aluna estava muito na UniPiaget, seus trabalhadores, colegas e professores. Falando destes últimos, ela referia-se aos mesmos como se de pais se tratassem, por tanto a terem apoiado e ajudado à sua formação. A Elsa referia-se a nós com muito apreço e reconhecimento. Prometi à mãe transmitir-vos esta informação e é o que faço com esta mensagem, pedindo-vos que continuem a esforçar-se por, com responsabilidade, brio profissional e com muita humanidade, prosseguirem nesta missão mais que nobre de ensinar, formar carácter, preparar pessoas para um melhor contributo para com a sociedade que tanto delas espera. Quanto à Elsa, em boa memória, seja ela uma referência do que podemos fazer por alunos que, diferentes dos outros, apenas nos pedem mais tempo, mais dedicação, uma maior atenção para que possam concretizar os seus sonhos.
Cordialmente,

Jacinto Estrela


Vejamos agora imagens dos primeiros passos do sonho de Elsa, na Universidade Jean Piaget relatados em 27 de Novembro de 2003.



E três meses mais tarde, a 27 de Fevereiro de 2004, Elsa recebia uma bolsa de estudos duma fundação sueca, criada por uma Professora universitária cabo-verdiana:



terça-feira, novembro 20, 2007

Uma segunda edição do MBA mais Fortalecida !

E eis que a 20 de Novembro de 2007 a UniPiaget abre de novo o MBA/Mestrado em Administração de Empresas.

O programa de Pós-graduação MBA/Mestrado em Administração de empresas é um programa realizado em parceria entre a Universidade Jean Piaget de Cabo Verde e a mba Business School das Canárias.

A primeira edição foi um sucesso e a abertura desta 2ª edição trouxe imediatamente um grande fluxo de interessados. Podem ver o "flyer" da 1ª edição (2005/2006) aqui e a Newsletter da citada escola que a isso faz referência, aqui.

Várias disciplinas e seminários deste programa são ministrados por docentes nossos. Esta edição irá ter um contributo maior de Professores Doutores cabo-verdianos da nossa universidade.


A coordenação desta 2ª edição está a cargo do Professor Georges Fortes, que faz parte do reforço havido no nosso quadro de docentes doutorados. O Professor Fortes tem dois mestrados em Direito e é Doutor em Ciências Políticas pela Universidade de Paris XI onde leccionou durante mais de oito anos.

sexta-feira, novembro 16, 2007

A nossa Escola está a fazer escola

Por dois anos consecutivos o Prémio Sena Barcelos promovido pela Associação dos Escritores Cabo-verdianos, foi ganho por docentes da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde que são igualmente estudantes do Doutoramento em Educação e Desenvolvimento Humano promovido pela UniPiaget em parceria e em dupla certificação com a prestigiada Universidade de Santiago de Compostela.

No ano de 2006, este prémio foi atribuído a Maria Adriana Carvalho, docente de grande valia para a nossa instituição, investigadora nata que goza de bastante prestígio no nosso seio e cujo currículo faz jus ao nosso propósito de ter a fina-flor dos docentes de Ensino Superior em Cabo Verde. Ver a menção que fizéramos ao facto em: "o brilho continua - Pró-reitora nossa ganha prémio Sena Barcelos"

A obra então premiada (A Memória Educativa Recuperada no Cabo Verde Boletim”), deu agora à estampa e foi apresentada ao público da cidade da Praia na noite de 15 de Novembro, pelo Centro Cultural Português. Ver notícia do jornal electrónico Liberal Online.

Na mesma cerimónia, foi anunciado o prémio Sena Barcelos deste ano 2007. Elvira Gomes dos Reis Freitas foi a contemplada pelo trabalho transdisciplinar intitulado “O Bilinguismo Como Factor de Desenvolvimento Humano: Aproximação às Metáforas Enquanto Expressão do Imaginário Crioulo”.

O jornal A Semana online, traz um artigo sobre a matéria, mas omite o facto de que o doutoramento em que Elvira está inscrito é iniciativa da UniPiaget em parceria e ao abrigo de um protocolo com a Universidade de Santiago de Compostela. Esse Doutoramento desenrola-se no campus da Praia da UniPiaget e conta com a participação activa de prestigiados Professores Doutores da nossa Universidade como por exemplo, o Professor Wlodzimierz Jozef Szymaniak que orientou a memória de mestrado de Elvira convertida na obra agora premiada.

Nesse Doutoramento, leccionámos um seminário de 10h em Transdisciplinaridade e pudemos constatar o particular interesse de Elvira por esta abordagem, sobretudo pelo uso das metáforas bem patentes na Transnsdisciplinaridade. Pelos vistos o interesse dela resultou no prémio agora atribuído.

quarta-feira, novembro 14, 2007

A problemática do emprego discutida em fórum na UniPiaget

A Universidade Jean Piaget de Cabo Verde e o Gabinete da Ministra-Adjunta do Primeiro-Ministro e da Qualificação e Emprego, levaram a cabo das 9:00 às 17:00 horas do dia 14 de Novembro no Auditório desta Universidade, o fórum “Economia e Mercado de Emprego”.

Três painéis foram constituídos para a apresentação e o desenvolvimento de comunicações em torno de grandes temas:
  • 1.º Painel - O Terceiro Sector da economia e o emprego;
  • 2.º Painel - A cultura de trabalho e o empreendedorismo;
  • 3.º Painel - A economia, as finanças e o emprego.
Para cada um dos painéis foram convidados especialistas e personalidades ligados às temáticas acima referidas, que trouxeram um fórum de grande qualidade sobre um tema de permanente actualidade.

O acto de abertura foi presidido pela Ministra-Adjunta do Primeiro-Ministro e da Qualificação e Emprego, Drª Sara Lopes, que à semelhança do que fizera aquando das jornadas sobre o empreendedorismo, captou a atenção da juventude presente.

O jornal electrónico VozDiPovo-Online, evidenciou algumas importantes considerações do Reitor:

"O Reitor da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde, Jorge Brito, considerou, hoje, que os recém formados dessa instituição de ensino superior estão a ter uma boa «aceitação no mercado de trabalho. De acordo com Jorge Brito, que falava à imprensa à margem do fórum sobre a «Economia e Mercado de Emprego», a prova disso é que as empresas têm solicitado muitos alunos da universidade para os estágios do final do curso.

Aquele académico considerou, no entanto, que a universidade tem trabalhado para que os jovens entrem no mercado bem preparados, «de modo a terem a qualidade e a eficácia, para que o trabalho que realizam seja notado e notório».

Em relação à realização do fórum, uma iniciativa conjunta com o Gabinete da Ministra-Adjunta do Primeiro-Ministro e da Qualificação e Emprego, Jorge Brito disse que este tipo de actividade está enquadrada dentro dos estatutos da Universidade Jean Piaget e executada pelo Centro de Desenvolvimento Empresarial no âmbito da politica de preparar os jovens para o empreendedorismo."

Como se pode constatar no vídeo inserido neste artigo, o assunto da Economia e do Emprego, é um dos grandes desafios do País e do Governo e este fórum veio ao encontro da política sensibilizadora perseguida pela UniPiaget e pelo Governo.
video
O Fórum esteve apinhado de gente e contou com brilhantes intervenções dos oradores convidados. O manancial de pertinentes informações havidas, fez com que todos saíssem com um sorriso de satisfação estampado nas suas jovens faces. O encerramento foi presidido pelo Reitor da UniPiaget.


segunda-feira, novembro 12, 2007

A UniPiaget marcou presença no certamem sobre a cooperação académica África-Europa

Como tivémos o ensejo de anunciar, eis que se desenrolaram em Lisboa dois importantes eventos para o Ensino Superior cabo-verdiano:
  • Workshop Internacional sobre a Cooperação Académica entre África e Europa para a Sociedade do Conhecimento
  • Cooperação Académica entre África e Europa - O Caso de Cabo Verde
O Workshop teve lugar no Instituto Goethe de Portugal e reuniu bastantes especialistas no domínio da cooperação académica entre a Europa e a África. Instituições como o IPAD, a AULP, a CPLP, o CODESRIA, o Comissariado da UE para a Educação, etc., bem como nomes sonantes da esfera do Ensino Superior, emprestaram o brilho que teve o evento. Embora o workshop dissesse respeito à cooperação com África, nomeadamente lusófona, a maior parte dos exemplos e das referências foi sobre o Ensino Superior cabo-verdiano.

Porém, este Ensino Superior cabo-verdiano, com acento tónico sobre a Universidade de Cabo Verde, foi objecto específico da 2ª conferência que teve lugar no dia seguinte no Hotel Zurique, amplamente divulgada entre a comunidade emigrante e cabo-verdiana. Esta conferência foi pública e a ela afluíu um grande número de interessados. Podemos pelo clip de vídeo seguinte, ter uma ideia da sala a dez minutos da abertura:

video

Os diferentes oradores deste encontro focalizaram suas intervenções na questão da universidade pública de Cabo Verde. Várias interrogações se levantaram e a audiência não poupou em críticas e em comentários.

A UniPiaget esteve bastante activa, pois presidiu a um painel (Prof. Paulino Fortes), interpelou os palestrantes sobre a questão dos estímulos ao pessoal docente-investigador com grau de Doutor (Prof. Brito Semedo), prestou esclarecimentos elucidando alguns erros de percepção (Prof. Jorge Sousa Brito) e acabou por preencher o vazio deixado pela Universidade de Cabo Verde (esta, nas palavras dos organizadores, declinou o convite a ela dirigido) tendo sido na sequência, entrevistados pela televisão presente (tivemos a oportunidade de fazer uma apreciação positiva à iniciativa).

Teve-se com este encontro a oportunidade de reencontrar velhos "companheiros de luta" destas lides da afirmação do ensino superior em cabo verde, como por exemplo a Dr.ª Maria Luísa Ferro Ribeiro (à esquerda na foto com Jorge Brito e Inês (Nesy) Brito do lado direito da foto), que fez um brilhante historial sobre a matéria e se interrogou (sem poder obter resposta) sobre as características da UNICV.


terça-feira, novembro 06, 2007

Professores Doutores da UniPiaget são convidados a reflectir o Ensino Superior cabo-verdiano em forum internacional

Terá lugar em Portugal um pertinente certamem sobre a cooperação académica África-Europa em matéria de Ensino Superior. Os organizadores enviaram a vários intelectuais que acharam poder contribuir para a reflexão sobre o tema, a seguinte carta de convite:
"A Fundação Friedrich Ebert e o Secretariado Executivo da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) vão realizar, em colaboração com outras instituições, um Workshop Internacional sobre a Cooperação Académica entre África e Europa para a Sociedade do Conhecimento. O Workshop terá lugar no dia 9 de Novembro de 2007, no Auditório do Goethe Institut , situado no Campo dos Mártires da Pátria, 37, em Lisboa. Participarão 40 a 50 especialistas de África, Europa e América. O debate começa com um painel sobre a Cooperação Académica entre África e Europa e continua com duas sessões temáticas sobre “Modelos de organização e financiamento sustentáveis” e “Redes de conhecimento e criação de centros de excelência”. Espera-se que os dois últimos painéis discutam em particular o caso da Universidade de Cabo Verde. Por outro lado, tomando em consideração o grande interesse da Diáspora africana em Portugal nos assuntos relacionados com os países de origem, no dia 10 de Novembro haverá uma Conferência aberta ao público sobre Cooperação Académica entre África e Europa: O caso de Cabo-Verde. Vimos, por este meio, convidar V.Ex.ª para participar no Workshop, cujo programa anexamos. Temos a ambição de apresentar no final dos debates algumas conclusões e recomendações que reflictam o estado da arte nas áreas propostas e possam ser úteis aos países interessados..."
Como se pode constatar, os convidados foram-no pelos seus méritos e valia próprios e não pela pertença a esta ou aquela instituição.

Acontece que três dos convidados são Professores Doutores da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde (representam menos de 30% do total de Doutores residentes, do nosso quadro), tendo dois deles obtido este estatuto no presente ano lectivo (tivemos um aumento razoável do número de Doutores). Isto nos enche de satisfação, pois demonstra que a escolha baseada no mérito destes indivíduos traz a claro que a UniPiaget possui no seu elenco docente, membros altamente prestigiados.

De facto, é política da nossa Universidade atrair para o seu seio, Doutores cujo currículo é notoriamente relevante, pois entendemos ser assim que construiremos o Cabo Verde moderno e competitivo que o nosso Governo se esforça por incentivar. Note-se que pelo facto destes Doutores terem saído do ISE (ver artigo polémico publicado recentemente) não significa que Cabo Verde perdeu o benefício da sabedoria destes docentes. Eles continuam a bem servir o cidadão e a Sociedade cabo-verdianos. Aliás, a UniPiaget continuará a insistir para que haja um acordo de cooperação e amizade entre a UNICV e a UniPiaget, acordo este que potenciará Cabo Verde e seu Ensino Superior para novos patamares de eficácia, em vista dos destinos por todos nós almejados.

segunda-feira, novembro 05, 2007

E o seminário TIC Ceará-Cabo Verde aconteceu na UniPiaget



Com a casa cheia (empresários, alunos e docentes) tivemos bastantes momentos de satisfação com os oradores que nos fizeram conhecer a experiência do Ceará nestas matérias e a de Cabo Verde na Governação electrónica.

Momentos como estes são importantes para os nossos estudantes, pois assim eles criam uma visão alargada das situações reais que enformam o mundo de hoje. Deste modo estamos a contribuir para que haja uma melhor capacitação dos nossos formandos com vista a um desempenho eficaz no contexto profissional.

A TCV esteve interessada na notícia da visita da delegação cearence a Cabo Verde e aproveitou o momento deste importante seminário para fazer uma pequena reportagem sobre os objectivos da citada missão. Eis pois o clip vídeo apresentado no jornal das 20h:

video

sexta-feira, novembro 02, 2007

UniPiaget e Embaixada do Brasil promovem seminário

Como já tínhamos prometido, aqui estamos nós com mais pormenores sobre o seminário a respeito das TIC e oportunidades de negócio com o Brasil. Este seminário intitula-se "educação e negócios em tecnologias da informação e comunicação" e surge como uma iniciativa conjunta da Embaixada do Brasil e da UniPiaget.

Será o pontapé de saída de uma estadia de empresários brasileiros do Estado do Ceará no nosso país. Conduzida pelo Presidente do Centro Empresarial do Ceará, Dr. Francisco Baltazar Neto, conta com o apoio do Assessor Especial do Ministro da Ciência e Tecnologia do Brasil, o Professor Hélio Guedes de Campos Barros.

Ilustres palestrantes do Brasil e de Cabo Verde farão uma resenha do estado da arte das questões relacionadas com o tema nos respectivos países.

Após o seminário, haverá uma sessão restrita (mesa redonda) de trabalho entre os empresários brasileiros e um grupo de empresários cabo-verdianos e de representantes de instituições ligadas a esta esfera de negócios.

sexta-feira, outubro 26, 2007

Empreendedorismo brasileiro de mãos dadas com o CDE



Tivemos o prazer de ter entre nós a gerente da Incubadora Afro Brasileira, a Dr.ª Ariléa Duarte ( na foto, a contar da esquerda ) e a gerente da Incubadora de Empreendimentos Populares, Drª Márcia Ferreira (na foto, a contar da direita), para apresentarem comunicações sobre o tema em apreço.

Esta iniciativa foi do nosso Centro de Desenvolvimento Empresarial. A Incubadora Afro Brasileira é uma incubadora de negócios focada no desenvolvimento de iniciativas de profissionais e empreendedores afro-brasileiros. Recentemente o modelo por eles adoptado, chamou a atenção de outros países, entre os quais Cabo Verde. É assim que foram estabelecidos contactos e as relações vão muito avançadas com o nosso Governo e com vários parceiros nacionais, públicos e privados (como a UniPiaget). A IAB lançou recentemente a revista "bons negócios" tendo seu primeiro número eleito Cabo Verde como temática principal.

sexta-feira, outubro 19, 2007

Eis que estamos na rede das universidades da Macaronésia



Três dias após a citada mesa-redonda "das" universidades (públicas) da Macaronésia, eis que assinamos um importante protocolo com a Universidade da Madeira, que ir-nos-á permitir um intercâmbio de experiências, docentes e discentes propulsor de uma real política de internacionalização do saber e do funcionamento articulado de instituições que pautam por valores elevados de dignidade, cidadania e espírito empreendedor.

O protocolo foi assinado em ambiente de grande carga simbólica, onde se reuniram à volta da mesa, não só os signatários, como também os directores das Unidades Académicas e as Directoras de serviços ligados à Administração. Para este ambiente de união foram igualmente convidados os membros do Conselho Científico e docentes envolvidos em programas de investigação de interesse para ambas as universidades.

O Reitor da Universidade da Madeira, Professor Pedro T. Pereira, delegou poderes na figura do Doutor Rui Carita, Professor Catedrático e Vice-reitor dessa prestigiada Universidade, para assinar o referido protocolo. Este catedrático, na habitual alocução proferida por ocasiões desta natureza, fez uma autêntica oração de sapiência que nos deleitou a todos. Recomendo a consulta do site Arquipélagos, que é gerido pela Universidade da Madeira e versa sobre assuntos da especialidade do nosso ilustre convidado.

terça-feira, outubro 16, 2007

Mesa-redonda dos Reitores "das" Universidades da Macaronésia

A Universidade (Pública) de Cabo Verde inaugura as suas actividades lectivas neste ano de 2007/2008. Para tal, põe de pé um notável programa de actividades bastante interessante, rico de eventos, aulas-magnas, mesas redondas, assinatura de protocolos, discursos de eminentes personalidades, etc. Muitos foram os convidados a participar nesses actos.

Nós fomos convidados a assistir a alguns deles e é assim que tive o ensejo de estar presente no Acto central de Abertura do Ano Lectivo, que se desenrolou no dia 15 de Outubro no auditório da reitoria da UniCV.

Embora sejamos também uma universidade da Macaronésia, apenas recebemos um convite para assistir à "Abertura da Mesa-Redonda dos Reitores das Universidades da Macaronésia". Naturalmente a nossa participação não estava no intuito dos organizadores da tal mesa-redonda, pois o meu homólogo António Leão, Reitor da UniCV, prudentemente me chamou à parte antes do início da "mesa-redonda", para elucidar que a sessão era em dois tempos: um público e outro a portas fechadas, devendo eu me retirar aquando da saída da Ministra.

Tranquilizei-o, pois eu estava consciente que o convite era para a "Abertura" e não para a mesa-redonda que erradamente foi anunciada como sendo "das" universidades da Macaronésia e não "de" universidades da Macaronésia. Realmente a tal "mesa-redonda" era, como me esclareceu o Reitor, uma sessão de trabalhos para a redacção de um comunicado conjunto.

segunda-feira, outubro 15, 2007

Dinamizadores do Desenvolvimento Empresarial


A Universidade Jean Piaget de Cabo Verde em parceria com a Mba Business School das Canárias e com o Centro Internacional de Formação da OIT, organizam e ministram de 15 a 19 de Outubro, um curso de 25 horas destinado a formar Dinamizadores do Desenvolvimento Empresarial.

Este curso conta ainda com a participação da Associação das Mulheres Empresárias de Cabo Verde, do Governo das Canárias e da Cooperação Canária.

Foi pois com muito agrado que, na qualidade de Reitor da Unipiaget, fui chamado a presidir o acto de abertura deste tão importante curso que visa nomeadamente contribuir para o estabelecimento de um sistema de dinamizadores em Desenvolvimento Empresarial, para Micro e Pequenas empresas, que responda, eficazmente às necessidades, requisitos e procura desse importante sector empresarial, no contexto dos actuais mercados nacionais e internacionais.